A vida que eu pedi a Deus

Escrito por em 8 de setembro de 2017

Há quanto tempo você não diz para si mesma que agora você pode relaxar, porque a sua vida já está como você queria? Um dos maiores pecados que podemos cometer contra nós mesmos é protelar a nossa paz, prazer e amor próprio. Uma crença que arruína muita gente é aquela “para que tudo fique bem na minha vida, na minha família, eu irei me dedicar a todos eles e, se precisar, vou abdicar de mim”. O que acontece é que com esta abdicação, o corpo vai te cobrar e o preço pode ser caro.

Se você está bem consigo, reservando tempo para si mesmo, você conseguirá ter paz, clareza e prazer em discernir o que será melhor nas situações. O seu campo de visão ficará mais claro, sua assertividade aumentará e consequentemente o seu foco de ação. A equação “se eu tiver menos tempo pra mim, mais tempo terei para cumprir minhas atividades diárias”, é ineficaz ao longo do tempo. O que move as pessoas a ter este pensamento? Uma das razões pode ser o pouco merecimento que a pessoa sente que possui. Assim, entendem que tempo para desfrutar de si, pode ser um luxo ou pecado.

Às vezes, a pessoa teve pais que viviam apenas de obrigações e não havia espaço para o prazer pessoal, por isso, por mais que ela queira fazer diferente, vai repetir o padrão familiar. Se você conseguir reservar, pelo menos, dez minutos de seu dia apenas para você, já será um bom começo. Agora se você já vai colocar milhões de empecilhos para isso, veja se tudo que você realmente quer é uma tarefa impossível. Se você investe em você, reflete nos que estão a sua volta. Invista em você e não prolongue o melhor para você. O despertar é agora!


Tagged as , , , , , , , , , , , ,



Continue lendo

Post anterior

A tal pressa


Thumbnail


Cart

View cart