Como fazer as pazes com você

Escrito por em 7 de junho de 2018

Tem gente que fica de mal consigo mesmo. Ela nem chega a perceber, mas está brigada consigo. Uma prova disso é quando se sabota, não se permite ser quem é, não se arrisca, não quer enxergar que o seu desejo possa ser uma prioridade. Não aquele desejo superficial, sem pensar… mas aquele desejo mais profundo, que ela finge que não vê, aquele sonho, aquela ideia de vida que quer muito, mas finge não querer pelo outro, ou por medo.

Este padrão pode ter sido aprendido na infância. Pode ser que, por diversos motivos, tinha que abrir mão do que queria sempre por uma imposição, por uma ideia que criou, ou para agradar alguém. Essa é uma situação que exige muito autoconhecimento e investigação pessoal. E, na maioria das vezes, só vai ser possível com ajuda profissional.

Sair desta situação vai exigir disposição para encontrar a raiz do problema. Conhecer a sua história para mudar a sua realidade. Mas o que posso dizer é que vale muito a pena. Parar de se sabotar é experimentar uma sensação de leveza, liberdade e plenitude. É saber que aquele peso tão difícil não vai impedi-lo mais de ser quem você é e ter a vida que deseja. Pense nisso! O despertar é agora! Autoconhecimento é coisa séria.


Tagged as , , , , , , , , , , , , , , , ,




Cart

View cart