Não precisamos enganar um ao outro

Escrito por em 15 de maio de 2018

Às vezes, o casal sustenta uma relação a altos custos emocionais. Um engana o outro. Não querem abrir mão de uma entrega verdadeira, porque há competição e não parceria. Um exige do outro, cobra ações e afetos, mas ninguém cede. Em muitos casos, é preciso um vendaval para tirar a venda dos olhos do casal para que eles possam tomar uma atitude.

Esse vendaval é, muitas vezes, mal compreendido. Uma reviravolta em um relacionamento falido, ou na direção errada, é crucial, seja para acertar o que é preciso e seguir com a plenitude que já deveria ter tido, seja para acabar de vez com o que faz mal. Uma relação sem conversa, sem trocas saudáveis e com acertos abusivos não pode evoluir assim. Quando evolui tem um custo emocional muito pesado.

Neste caso, para enfim ser feliz, é preciso saber detectar, é preciso desapegar, é preciso saber deixar ir. Felicidade também é recuar, é enxergar aonde se quer chegar e, para isso, o que é preciso recuar.


Tagged as , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,




Cart

View cart