Documentário Toque do Samba

Sinopse

Dionysia queria cantar, Cici a sua independência, Nair a liberdade de ir para a Avenida…

 

Informações gerais:

 

O curta-metragem TOQUE DO SAMBA é um documentário que acompanha três personagens da cidade de Juiz de Fora na Zona da Mata Mineira. São três mulheres que integram o Bloco de Carnaval “Recordar é Viver”: Dionysia Moreira do Parto, Nair da Silva e Geneci dos Reis Gomes (Cici).

Ao longo de 2013, a equipe do filme acompanhou as três em seu cotidiano  e investigou um pouco de suas histórias. Dionysia Moreira, 82 anos, foi por três vezes, rainha do bloco, ao lado do marido, Clóvis Martins de Araújo. Em 2013, com 81 anos, gravou seu 1º CD –  Dionysia Moreira onde interpreta sambas de compositores da cidade. Nair Silva, 94 anos, é a integrante mais antiga. Foi porta-bandeira por 15 anos e continua saindo como destaque.  Geneci dos Reis Gomes (Cici), 70 anos, criou e confeccionou também por 15 anos, os figurinos do bloco e sempre participa do desfile.

São três mulheres singulares que encontram no samba um impulso para a vida e mostram que alegria de viver não tem data nem tempo, está na maneira de encarar o dia à dia.   

O filme tem direção da documentarista, professora e pós-doutoranda da UFMG, Mariana Tavares e da psicóloga e doutora em psicologia, Vannessa Resende. A ideia surgiu durante o trabalho de campo de Vannessa Resende na pesquisa para seu Doutorado (UFRJ) sobre o tema do envelhecimento em Juiz de Fora.  

O filme foi feito em parceria com a produtora Inhamis (JF) e viabilizado através da Lei de Incentivo da cidade – Lei Murilo Mendes.

 

Ficha Técnica:

Mariana Tavares (Direção, edição e roteiro), Vanessa Resende (Pesquisa e co-direção), Francisco Franco (Imagens e edição), Fernanda Roque (Som direto e produção),  Cristina Nunes (produção), Luciano Azevedo: Câmera.

 

Prêmios:

– Prêmio Especial do Júri – Festival Filmes da Estação / Juiz de Fora. 15.05.15.

 

Participação em festivais:

– Festival Internacional MIMO de Música Instrumental e cinema no Rio de Janeiro (Cine Odeon) em 15.11.15 e em Tiradentes-MG (Centro Cultural Yves Alves) em 17.10.15.

– Festival Internacional do Documentário Musical, In-Edit Brasil – Mostra ‘Curta um som’. CineSESC, Cine Olido e Cinemateca Brasileira. SP e Salvador. Julho de 2015.

Festival Filmes da Estação – Mostra Competitiva. Estação Ferroviária de Juiz de Fora. 12 a 15 de maio de 2015.

Festival Primeiro Plano – Mostra Regional. Juiz de Fora. Dez, 2014.

Exibições:

– I Colóquio Brasileiro Cinema de Autoria Feminina. Universidade Federal de Juiz de Fora. 11/11/14.

– Ciclo de discussões: Desenrolando a Serpentina – O dilema do crescimento do carnaval de rua. Instituto dos Arquitetos do Brasil – IAB, Rio de Janeiro. 27.11.2015.



Comentários

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *