Sapequice faz bem para a alma

Escrito por em 22 de junho de 2018

Em meio a correria do dia a dia costumamos pensar a maior parte do tempo nas responsabilidades. Sempre foi assim, desde os primórdios. Pensar no sustento em primeiro lugar. Há quem, hoje em dia, só pense nisso. Sabiam que não desligar nenhum minuto para si também pode ser uma forma de depressão? Também, desde sempre, o ser humano precisou de um tempo para si, de um minuto de prazer ou de paz, sem pensar em nada que seja das suas responsabilidades do dia a dia. É uma necessidade fisiológica.

E quando se fala em prazer, em minuto para si, muitos pensam em festas e eventos sociais… ainda não vejo aí momento de relaxamento total. Quem tem filhos, muitas vezes, chega em casa, mesmo depois de uma jornada exaustiva, e ainda não desliga do celular ou computador, não é verdade? Pois saiba que em sua casa tem um “mestre dos magos” de exercícios eficazes de paz interior. Seu (s) filho (s). Eles tem uma chave para o universo lúdico, que o adulto já esqueceu de usar, mas bem que poderia aproveitar o momento para acessar de novo, porque não? Saiba que sapequice faz bem para a alma!

A brincadeira sem pensar no tempo, faz um bem danado pra alma. O filho pode despertar em nós a espontaneidade e a criatividade. Porque não nos entregamos a isso, ao invés de nos preocupar com o tapete ou deixar o celular toma conta de nossas vidas, de tal maneira que esquecemos de coisas simples? Vou dar uma exemplo pessoal:

Fui brincar de tinta com a minha filha e de repente ela me disse: “e agora o que vamos pintar?”. Quando dei por mim, eu lhe disse: “o seu nariz”. Ela riu muito e confirmou: “boa ideia!”. Claro que não foi só o nariz… foi quase o corpo todo. Nos divertimos muito e eu sorri igual a uma criança. Fiquei pensando como uma sapequice nos faz desconectar de algumas tarefas que determinamos fazer no dia a dia e gera bem-estar. Chego à conclusão de que precisamos ter espaço para o riso. É investimento em saúde e longevidade. Mas nem sempre a vida nos propõe boas risadas. Neste caso, aproveite este pequeno “profissional a serviço do riso” que uma criança pode se tornar para isso. Boa experiência!


Tagged as , , , , , , , , , , , , , , ,



Continue lendo

Post anterior

A tal pressa


Thumbnail


Cart

View cart